Redline08_Bordering on Us

International Meeting of Contemporary Art – Community, Identity and Representation

Vaida Tamoševičiūtė

Vaida Tamoševičiūtė (Lituânia) trabalha normalmente em pintura, desenvolvendo instalações em redor dos seus quadros. Em residência no Porto, a artista focou a sua atenção nos processos de integração e auto-representação de um estrangeiro confrontado com uma comunidade (linguística, cultural) pré-estabelecida. Utilizando materiais que extrai das suas experiências quotidianas no Porto, Vaida Tamoševičiūtė cria uma sequência de auto-retratos onde descreve a sua condição de estranheza e diferença face a uma realidade que muitas vezes não é passível de tradução. Este alheamento do estrangeiro é uma condição que a divide e fragmenta através de processos confusos que evidenciam a interdependência e relacionalidade entre o eu e o outro.

While working as a painter, Vaida Tamoševičiūtė (Lithuania) uses her pieces in the construction of installations. Through a residence in Porto, the artist developed a work centred in the ideas of integration and self-representation, creating a self-portrait out of the signs she sometimes has trouble understanding. Being a stranger the artist feels that her perception of reality is stopped at the surface of things and moments.

Advertisements
%d bloggers like this: